Número de mortos chega a 14 após acidente de ônibus, diz Viação 1001

25 10 2012

Hospital das Clínicas de Teresópolis confirmou três mortos nesta terça (23).
Dez estão no IML do Rio; outra morte ocorreu em hospital de Saracuruna.

 

A Viação 1001 informou na tarde desta terça-feira (23) que chega a 14 o número de mortos em consequência do grave acidente com o ônibus da empresa na altura do km 102 na Rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), na altura de Guapimirim, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na segunda-feira (22).

(Correção: Por volta das 11h, a Viação 1001 havia informado que o número de mortos chegava a 15, incluindo uma pessoa que estava internada no Hospital Miguel Couto, no Rio. Mas, por volta das 12h30, corrigiu a informação para 14 mortos.)

 

Testemunhas contaram que o motorista do ônibus que saiu da cidade de Itaperuna, no Noroeste Fluminense do Rio, às 9h de segunda-feira (22), perdeu a direção do veículo e se chocou com um carro na contramão antes de cair na ribanceira.

Segundo a 1001, o ônibus saiu de Itaperuna com 29 pessoas a bordo, mas, no momento do acidente, por volta de 14h30, 30 pessoas estavam no coletivo, já que houve paradas em outras cidades, como Miracema, Santo Antonio de Pádua, Pirapetinga e Além Paraíba. O destino do veículo era o Rio de Janeiro, com chegada prevista para 16h.

Doze horas depois do acidente, técnicos ainda trabalhavam na Rodovia Rio-Teresópolis para retirar o ônibus da ribanceira. O ônibus só foi retirado no final da madrugada desta terça-feira. A operação cuidadosa, que envolveu cerca de 40 pessoas, começou depois da remoção do último corpo, o do motorista Eduardo Fernandes, de 44 anos.

Confira a lista divulgada com os nomes dos 13 mortos identificados:
Charles Estelitta André
Edes Moraes da Silva
Eduardo Fernandes
Guiomar Pereira da Silva
Ilma da Silva Florido
José Neves Mota
José Severino da Silva
Jussara Nelon Magacho
Lúcia Florido Turques da Silva
Márcio Luis Ramos
Maria Aparecida Mota Neves
Osvaldo Wilson Dias da Costa
Uschi Kern
Zenalda Pereira Frades

 

A Viação 1001 informou também que 15 pessoas continuavam internadas por volta das 12h30 desta terça. Das vítimas, 13 estavam no Hospital das Clínicas de Teresópolis. Outras duas estão internadas no Hospital Miguel Couto. Já o passageiro que foi encaminhado para o Hospital de Guapimirimrecebeu alta.

Falha no freio 
Peritos de Polícia Civil investigam se o ônibus, que caiu em uma ribanceira, teria perdido o freio antes do acidente. A falha técnica também é uma das hipóteses da causa do acidente, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A outra possibilidade é a de o motorista, que também morreu, ter passado mal.

A linha de investigação da PRF é baseada em relatos de testemunhas, que viram o ônibus, da empresa Auto Viação 1001, descer a serra na contramão, com o alerta ligado.

 

Segundo peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, o tacógrafo, que registra a velocidade do ônibus, marcava 80 km/h. A velocidade máxima permitida é de 60 km/h. A polícia também afirmou que não há marcas de freio.

O ônibus passará por uma perícia mais aprofundada. O caso foi registrado na 67ª DP (Guapimirim).

A 1001 informou que faz manutenção constante nos veículos e que vai investigar se o veículo acidentado havia tido o freio inspecionado recentemente. A companhia disponibilizou para os parentes das vítimas os telefones 0800 941 3334, (11) 5060-5610 e (11) 5069-1177) para informações sobre o estado de saúde dos internados.

Fonte: G1

ImagemFoto: AUTOR DESCONHECIDO

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: